Ministérios

Ministérios

Os Ministérios são serviços confiados pela Igreja aos fiéis que assumem com responsabilidade a missão de evangelizar. É, portanto, uma tarefa destinada a realizar no seio da comunidade a diakonia, pelo serviço a Cristo e aos irmãos.

    

Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística

O que é: Ministérios

O ministro extraordinário da Comunhão Eucarística é, na Igreja, um leigo a quem é dada permissão, de forma temporária ou permanente, de distribuir a comunhão aos fiéis, na missa ou noutras circunstâncias, quando não há um ministro ordenado (bispo, presbítero ou diácono) que o possa fazer.

Chamam-se extraordinários porque só devem exercer o seu ministério em caso de necessidade, e porque os ministros ordinários (isto é, habituais) da Comunhão são apenas os fiéis que receberam o sacramento da ordem. Na verdade, é a estes que compete, por direito e dever, distribuir a comunhão. Por esse motivo, o nome desta função é ministro extraordinário da Comunhão, e não da Eucaristia, visto que apenas os sacerdotes são ministros da Eucaristia, e a função dos ministros extraordinários da Comunhão exerce-se apenas na sua distribuição.

 O que faz:

São estas as funções dos ministros extraordinários da Comunhão:

 

  • distribuição da Comunhão na missa.
  • distribuição da Comunhão fora da missa, aos doentes ou a outras pessoas que com razão a solicitem.
  • administração do viático.
  • exposição do Santíssimo Sacramento para adoração dos fiéis (mas não a bênção com o mesmo).

 

Todas estas funções devem ser realizadas em caso de necessidade, ou seja, quando não houver ministros ordenados disponíveis ou em número suficiente.

 Como participar:

Os ministros extraordinários da comunhão devem ser escolhidos pelo Pároco dentre os fiéis da comunidade cristã respectiva e devem ser pessoas idôneas e com boa prática cristã. Na maior parte das paróquias, os candidatos, antes de assumirem as suas funções, recebem uma formação litúrgica e doutrinal que lhes permita exercer a sua função com a máxima dignidade e decoro.

 No fim de tal formação, são admitidos pelo Pároco às funções para que foram escolhidos, o que, em alguns casos, é feito numa celebração litúrgica. Normalmente, a função é concedida para um determinado prazo, que geralmente pode ser renovado.

 Contato: Carla Virginia  

Tel:

e-mail:


Rua Guedes Cabral, 143 - Rio Vermelho
CEP 41950-620 - Salvador - Bahia - Brasil
Tel: 71-3335-2012 Fax: 71-3335-5794

Paróquia Sant’ana Rio Vermelho - Salvador / BA © 2012