“Não podemos enganar Jesus”, diz o Papa

Postado em 11 de março de 2015 

A visita do Papa Francisco à paróquia da Santa Maria do Redentor no bairro romano de Tor Bella Monaca no domingo finalizou com uma Eucaristia. Na celebração o Pontífice comentou o evangelho do dia e perguntou aos fiéis: “Jesus confia em mim? Jesus, confia em mim ou tenho duas caras? Faço o católico, próximo à Igreja, e depois vivo como um pagão?”

“Jesus conhece tudo o que tem dentro do nosso coração: nós não podemos enganar Jesus. Não podemos diante Dele, fazer de conta que somos santos, e fechar os olhos, fazer assim, e depois levar uma vida que não seja a que Ele deseja”.

A esta maneira de ser, o Pontífice a chamou ser “hipócrita” e comentou que “irá nos fazer bem, hoje, entrar no nosso coração e olhar para Jesus. Dizer-lhe: ‘Mas, Senhor, olhe, há coisas boas, mas também há coisas ruins. Jesus, Tu confias em mim? Sou pecador…”.

Dizer isso não “assusta Jesus”, mas “o que lhe assusta é ter duas caras. Fazer o justo para cobrir o pecado escondido”.

Portanto, “se o seu coração não é justo, se você não faz justiça, se você não vive segundo o espírito das Bem-aventuranças, você não é católico, você é hipócrita”.

Sobre o pecado, o Papa Francisco indicou que “quando entramos no nosso coração nós encontramos coisas que não são boas. dentro de nós há sujeiras. Há pecados de soberba, de orgulho, de avareza, de inveja, de ciúmes, tantos pecados”.

Francisco animou pedir a Jesus “que venha polir a minha alma”. “Vocês sabem qual é o chicote de Jesus para limpar a nossa alma? A misericórdia. Abrir o coração à misericórdia de Jesus”, exclamou.

fonte: ACI  / Apostolado da Divina Misericórdia